Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 24 DE NOVEMBRO DE 2017

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  23/11/2017   Sysmex é eleita a empresa mais inovadora do mundo em saúde pela revista Forbes - Pelo segundo ano consecutivo, a revista Forbes, uma das ...     23/11/2017   Scania implanta na Colômbia o primeiro sistema de transporte público 100% sustentável da América Latina - Case inovador será apresentado ...     23/11/2017   Obras da CCR MSVia na BR-163/MS obrigam a operações pare-e-siga - A CCR MSVia alerta aos usuários que algumas obras e serviços na BR-163/...     23/11/2017   Instituto CCR e CCR SPVias levam "Teatro a Bordo" para Cesário Lange - Projeto estacionou na cidade no dia 20 e encerra as atividades no ...     23/11/2017   RGE instala dois novos alimentadores de energia em Cachoeirinha - Investimentos, que também contemplaram troca de postes, fazem parte de ...     23/11/2017   CCR NovaDutra inicia obras de construção de passarela em Queimados (RJ) - Passarela será construída sobre a via Dutra; a previsão é que o...     23/11/2017   RGE finaliza etapa de fortalecimento da rede em Nova Prata - Ações da companhia se centraram na troca de postes, fortalecendo o sistema d...     23/11/2017   RGE fortalece o sistema de distribuição de energia em Charrua - Ações da concessionária do Grupo CPFL incluem troca de postes, instalação...     23/11/2017   CART realiza testes de saúde e orienta motoristas sobre direção segura em Prudente - Ação “Saúde e Cidadania” será realizada no sábado, ...     23/11/2017   Instituto CCR apoia ação Policiais contra o Câncer Infantil em MS - Neste Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil, 23/11, o Instituto ...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

17/02/2017

Pátio para caminhões na Alemoa depende de assinatura do Governo

Logística

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), a estatal que administra o Porto de Santos, aguarda a assinatura do contrato de cessão do terreno que pertencia à antiga Rede Ferroviária Federal S.A. (RFFSA), na Alemoa, para a implantação de um estacionamento de caminhões no local. Até que isso aconteça, a Autoridade Portuária está impedida de elaborar projetos e solicitar o licenciamento ambiental da área.

Ontem, a Secretaria de Patrimônio da União (SPU) avançou neste processo, declarando a inexigibilidade da licitação de cessão da área. Mas, de acordo com a estatal que administra o cais santista, isto ainda é insuficiente para dar andamento à implantação do estacionamento na Alemoa.

A área em questão tem 226,7 mil metros quadrados e está localizada na Avenida Engenheiro Augusto Barata (o Retão da Alemoa), nas proximidades da Brasil Terminal Portuário (BTP). A implantação do estacionamento, que é chamado de Área de Apoio Logístico Portuário (AALP), é aguardada por caminhoneiros que atuam no Porto de Santos. A expectativa desses profissionais é de que 800 vagas sejam abertas no local.

Em junho do ano passado, a SPU publicou uma portaria que autorizava a cessão do uso daquela área pela Codesp. Na ocasião, a Docas afirmou que daria início ao processo de licenciamento ambiental para desenvolver o projeto que existe para aquela área.

No entanto, mais de sete meses depois, isto ainda não aconteceu. De acordo com a administradora portuária, ainda são necessárias algumas etapas para que o pátio vire uma realidade. Entre elas, estão os trâmites administrativos que darão origem à formalização cessão da área. A partir daí, serão iniciados o processo e os estudos para a obtenção de autorizações ambientais. Além disso, a Codesp prevê para este ano a contratação do projeto-executivo do empreendimento.

Além de um projeto funcional, serão feitos um termo de referência e uma planilha orçamentária para o custeio da obra. Tudo isso é necessário para a contratação de estudos mais detalhados.

O prazo para a implantação do estacionamento naquela área é de três anos. O local poderá receber outras benfeitorias para o atendimentos aos caminhoneiros, como uma central de fretes. Também poderá ser usada parte da área para atividades auxiliares à operação portuária, como armazenagem de contêineres e operação ferroviária.

Está prevista a instalação de escâneres da Receita Federal e postos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Guarda Portuária (Gport) no local. A Codesp será responsável pela adequação do sistema viário para acesso ao pátio, assim como pela subestação elétrica, sanitários e outras estruturas de suporte à atividades portuárias.

Aguardado

O estacionamento é aguardado por caminhoneiros autônomos que atuam no Porto de Santos. Eles se queixam, há muito tempo, da falta de locais para estacionar os veículos quando não estão trabalhando.

As reclamações se referem à insegurança e aos riscos de furtos de peças dos caminhões. Também há críticas de moradores da Cidade, que reclamam da existência de veículos pesados estacionados pelas ruas.

Além disso, organizar e coordenar o acesso de caminhões que transportam contêineres vazios no Porto de Santos já foram destacados como metas da Autoridade Portuária. A ideia é manter os caminhões no estacionamento até o momento de eles irem buscar e transportar as caixas metálicas. Mas, para isso, ainda é necessário garantir as vagas de parada dos veículos.

Fonte: A Tribuna

 

Por A Tribuna

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Obras da CCR MSVia na BR-163/MS obrigam a operações pare-e-siga

RGE instala dois novos alimentadores de energia em Cachoeirinha

CCR NovaDutra inicia obras de construção de passarela em Queimados (RJ)

RGE finaliza etapa de fortalecimento da rede em Nova Prata

RGE fortalece o sistema de distribuição de energia em Charrua

Sysmex é eleita a empresa mais inovadora do mundo em saúde pela revista Forbes

Scania implanta na Colômbia o primeiro sistema de transporte público 100% sustentável da América Latina

Instituto CCR e CCR SPVias levam "Teatro a Bordo" para Cesário Lange

CART realiza testes de saúde e orienta motoristas sobre direção segura em Prudente

Instituto CCR apoia ação Policiais contra o Câncer Infantil em MS

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística