Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 18 DE NOVEMBRO DE 2017

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  18/11/2017   Volkswagen apresenta o Virtus por inteiro - Sedã foi desenvolvido no Brasil sobre a mesma plataforma MQB do Polo.     18/11/2017   Transição para o futuro - Mudança na mobilidade domina discussões do Congresso SAE Brasil.     18/11/2017   Grupo VW cresce em todas as macrorregiões - Vendas no acumulado do ano somam 8,7 milhões de veículos e alta de 3,2%.     18/11/2017   Semi: visão Tesla de caminhão elétrico - Marca promete custo de operação menor e aponta diesel como “suicídio econômico”.     18/11/2017   E a Caoa comprou a Chery - Chineses entregam operação brasileira à administração dos brasileiros.     18/11/2017   Biogás causa impacto positivo na matriz, diz executivo da EPE - Dados da Empresa de Pesquisas Energéticas apontam vantagens competitivas ...     18/11/2017   Motocicletas direcionam o crescimento da Total Lubrificantes do Brasil - O objetivo é alcançar 5% de market share nesse nicho de mercado ...     18/11/2017   Petrobras inicia nova fase do processo de venda das ações da POGBV - A Petrobras informou em comunicado no dia 17 de novembro (sexta-feir...     18/11/2017   Santos Brasil vai investir R$ 37 milhões no Tecon Vila do Conde - Empresa assinou aditivo para prorrogação antecipada do prazo do contrat...     18/11/2017   Gerdau promove discussão sobre as perspectivas da mobilidade elétrica no Brasil - A Gerdau promoverá no dia 22 de novembro(quarta-feira),...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

14/02/2017

Portugueses deixam Angola com colapso do preço do petróleo

Comex - Mundo

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

Quando Portugal estava no auge do sofrimento com a crise financeira mundial, Marina Pereira, 33, seguiu o exemplo de milhares de seus compatriotas e aceitou um emprego em Angola, que vivia o pico de um boom petroleiro.

Mas, agora, o colapso nos preços do petróleo devastou a economia do país africano e levou Pereira e muitos de seus compatriotas a tomar o caminho de volta à Europa.

“No começo eu ganhava ‎€ 4.200 (R$ 14 mil) por mês trabalhando em um spa. Tinha casa e comida, era um paraíso”, disse a osteopata.

Em 2012, ela se mudou para Luanda, a capital da antiga colônia portuguesa, rica em petróleo e diamantes. Mas, depois de um começo que parecia um sonho, a euforia começou a dar lugar à desilusão.

“Comecei a receber em kwanzas, a moeda local, e minha renda mensal caiu a ‎€ 1.000. Câmbio só era possível no mercado negro.”

Seu retorno em 2015 a Portugal, que mal tinha saído de uma profunda recessão, àquela altura, foi uma experiência brutal. O salário de ‎€ 650 (R$ 2.200) mensais que ela recebe para trabalhar em uma academia de ginástica “não é suficiente para uma qualidade de vida decente”.

DUBAI

O fim da sangrenta guerra civil angolana, depois de 27 anos, em 2002, se combinou à alta nos preços mundiais do petróleo para desencadear um rápido desenvolvimento, e Luanda era frequentemente comparada a Dubai.

O crescimento do PIB atingiu um pico superior a 20% em 2007, mas a queda no preço do petróleo, má governança e falta de investimento reduziram o crescimento para apenas 2% no ano passado.

O governo, que depende do petróleo para 70% de seu Orçamento, apertou o freio nos gastos, suspendendo milhares de projetos de construção, e impôs restrições cambiais.

“Diversas empresas portuguesas em Angola se tornaram incapazes de manter em dia os salários, porque surgiram problemas de repatriação de lucros”, diz Ricardo Pedro Gomes, da associação de construtoras de Portugal.

“Há atrasos de até um ano nos salários”, disse Albano Ribeiro, líder do sindicato dos trabalhadores da construção.

Fonte: AFP

 

Por AFP

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Nissan atinge exportações de 20 mil veículos

Falta de espaço em navios pressiona exportação agrícola em contêiner do Brasil

Fila de navios para embarcar açúcar no Brasil recua 36% em 2 semanas

Rússia reestrutura dívida venezuelana; empréstimos da PDVSA não estão incluídos

Justiça espanhola determina indenização de mais de 1,5 bi de euros por Prestige

Volkswagen apresenta o Virtus por inteiro

Transição para o futuro

Grupo VW cresce em todas as macrorregiões

Semi: visão Tesla de caminhão elétrico

E a Caoa comprou a Chery

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística