Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 21 DE AGOSTO DE 2018

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  20/08/2018   Ministro dos Transportes defende prorrogar contratos de concessões ferroviárias - O governo está convencido de que a prorrogação por 30 a...     20/08/2018   Para agentes do setor elétrico, ter uma tarifa mais barata exige redução de subsídio - Um dos desafios do novo presidente da República no...     20/08/2018   Atual desafio da Aneel é conter a escalada de subsídios que refletem nas tarifas, afirma novo diretor-geral - O novo diretor-geral da Ane...     20/08/2018   Neoenergia detecta 125mil casos irregulares em 4 distribuidoras em 1 ano - Nos últimos 12 meses, o grupo Neoenergia realizou mais de 400 ...     20/08/2018   Mercado livre responde por 30% da energia consumida no Brasil - O consumo de energia no mercado livre (não regulado) atingiu 18.046 MW mé...     20/08/2018   Para diretor da Aneel, tarifa de energia tem alta preocupante e poucas chances de queda no futuro - A conta de luz já aumentou quatro vez...     20/08/2018   Mercosul-Aliança do Pacífico: boas perspectivas - SÃO PAULO – A declaração conjunta que os países do Mercosul e da Aliança do Pacífico (M...     20/08/2018   Programa Saúde segue para Irajuba, Jaguaquara, Jequié, Manoel Vitorino e Boa Nova neste mês de agosto - Entre os dias 27 a 31 deste mês d...     20/08/2018   Investimento em infraestrutura no Brasil deve fechar 2018 em R$ 113,7 bi, diz Abdib - Desempenho seria leve melhora ante os R$ 110,4 bi d...     20/08/2018   Equipamentos para mobilidade não contam no limite de bagagens - Novo decreto vale para viagens rodoviárias interestaduais e internacionais.  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

18/10/2017

Cumpra-se o combinado

Artigos / Entrevistas

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

Vitor Augusto Koch

A comunidade empresarial gaúcha reconhece que o governador José Ivo Sartori (PMDB) recebeu a chefia do Executivo com as contas públicas em situação falimentar.

Apoiamos e continuamos a incentivar muitas de suas medidas no sentido de reduzir o custo da administração pública e encerrar ou vender atividades estatais deficitárias que não se relacionam diretamente com atividades de governo, como é o caso de artes gráficas (Corag), geração de energia elétrica (CEEE), dentre outras.

Entretanto, sempre fomos e continuaremos sendo contrários a resolver os problemas de gestão da máquina pública com aumento de impostos, mesmo que emergenciais.

No final de 2015, com as vendas e a produção gaúcha em queda livre, nos posicionamos contrariamente ao aumento do ICMS, proposto pelo governo estadual.

Impostos servem para melhorar a vida do cidadão; e não para cobrir rombos de administrações públicas historicamente perdulárias.

Fato desagradável é de que tal tipo de prática acabou virando praxe. A maioria dos parlamentares - tanto federais quanto estaduais - quando o assunto é aumento de impostos, acaba contrariando o interesse de seus eleitores e tirando renda de quem trabalha e produz, beneficiando uma máquina pública que acaba absorvendo os recursos adicionais com mais gastos desfocados das reais necessidades da população.

Por conta disto e também em função de estar comprovado que impostos elevados são inimigos da geração de riqueza estruturada - até no setor público - é que nos colocamos contrários à intenção do governo do Rio Grande do Sul em manter o ICMS mais elevado, além do prazo anteriormente definido e que terminaria no final do próximo ano.

Temos o maior respeito e admiração pelo governador José Ivo Sartori, além da certeza de que o chefe do Executivo gaúcho compreende o nosso ponto de vista.

Sugerimos, enquanto ainda há tempo hábil, que se amplie o debate de manutenção do aumento tributário para além do Palácio Piratini e Assembleia Legislativa.

Pensando junto com a sociedade efetivamente engajada em construir um futuro melhor para o nosso Estado, acharemos soluções criativas e melhores para a revitalização da administração pública e que não envolvam pagar mais impostos.

Presidente da FCDL-RS

 

Por Jornal do Comércio - RS - Vitor Augusto Koch **

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Mercosul-Aliança do Pacífico: boas perspectivas

Rota 2030 colide com Proconve e Política Nacional do Clima

Privatização da telefonia: quem perdeu foi a viúva

O futuro incerto do setor de transporte rodoviário

Parte I - Ruínas do Valongo - A missão

Ministro dos Transportes defende prorrogar contratos de concessões ferroviárias

Para agentes do setor elétrico, ter uma tarifa mais barata exige redução de subsídio

Atual desafio da Aneel é conter a escalada de subsídios que refletem nas tarifas, afirma novo diretor-geral

Neoenergia detecta 125mil casos irregulares em 4 distribuidoras em 1 ano

Mercado livre responde por 30% da energia consumida no Brasil

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística