Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 23 DE JULHO DE 2017

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  23/07/2017   Produtores de etanol dizem que alta de impostos reduz competitividade sobre gasolina - Levantamento do G1 com preços da semana passada mo...     23/07/2017   Portos movimentam 420 mi de toneladas entre janeiro e maio - Os portos brasileiros movimentaram 419,4 milhões de toneladas entre janeiro ...     23/07/2017   Alta maior do PIS/Cofins na gasolina protege setor de etanol, diz JOB Economia - A elevação na alíquota de PIS/Cofins incidente sobre a g...     23/07/2017   QGEP reduz custos e confirma 1º óleo do campo de Atlanta para início de 2018 - A Queiroz Galvão Exploração e Produção (QGEP) assinou um a...     23/07/2017   Governo quer testar contratos mais curtos em leilões de energia, diz EPE - O governo pretende reduzir a duração dos contratos de até 30 a...     23/07/2017   Carga de energia do sistema brasileiro deve ter alta de 0,6% em julho, diz ONS - A carga de energia do sistema interligado do Brasil deve...     23/07/2017   Temer diz que “população vai compreender” aumento de impostos sobre combustíveis - O presidente Michel Temer afirmou que a população vai ...     23/07/2017   Alta de PIS/Cofins para combustíveis não viabiliza consumo de etanol, diz Unica - A decisão do governo em elevar as alíquotas de PIS/Cofi...     23/07/2017   Finanças aprova isenção de imposto sobre importação de equipamentos de energia solar - A Comissão de Finanças e Tributação aprovou o Proj...     23/07/2017   Subsea 7 renova contrato de três PLSVs com a Petrobras - A Subsea 7 anunciou a prorrogação dos contratos para três embarcações do tipo PL...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

16/07/2017

Tirando leite das pedras

Editorial

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

10

1 votos

Na visão dos modelos de administração existiam os órgão de linha e os de staff. Uns eram os responsáveis por operações e por executarem tarefas visando atingir os objetivos empresarias.

O staff, estava comprometido com o "aconselhamento" e com a tarefa de interpretar tendências; de antever o futuro e de aproximar a  organização com os novos desafios, fosse de inovação, fosse de evitar fragilidades  nos modelos organizativos.

Passamos mais de 100 anos repetindo e confirmando o que havia se consagrado nas hierarquias militares (de onde vieram as experiências de sucesso em empreendimentos complexos).

Recentemente e, nem tão recentes, surgiram Bill Gates, Steve Jobs, Jack Ma, Jeff Bezos para ficar apenas nos casos da Microsoft; Apple; Ali Babá,  Amazon que demonstram o que  é uma pequena parcela daquilo que pretendem realizar nos próximos anos, meses, semanas dias ou horas. O relógio do mundo mudou. Ganhamos todos nós.

Em comum a esses gestores está um monstruoso enxugamento dos "staffs" das organizações. Mais do que enxugar o que esses  empreendedores fizeram foi colocar o conhecimento, saber e intelectualidade nas operações diárias das empresas.

Depoimento do Dr.  Paulo Rabelo de Castro Presidente do BNDES nessa última semana, confere a um grupo de técnicos da própria Instituição a tarefa de assumir as negociações (operacionais)  do Banco frente aos clientes. 

Ora:  se existe tanto conhecimento e inovação nos contratos que estão sendo negociados,  as melhores "cabeças" do Banco devem assumir as decisões sobre o financiamento de projetos ousados e inovadores  para os quais o BNDES  investirá objetivando  sucesso em empreendimentos que não cruzariam a recepção dos bancos privados  com  lucro 100  e risco zero.

Ao extinguir formalmente o staff dos organogramas hierárquicos das empresas,  alguns tecnocratas, tecnólogos e intelectuais perderam os seus honorários "jettons" e bônus. Por outro lado, deixaram vagos os assentos para que o pessoal das startups apresentassem os  seus "pitches" (exposições super resumidas de projetos e ideias, com duração média de 3 minutos)  buscando equacionar o ingresso de capital  e viabilizar o empreendimento rumo ao seu lançamento e o seu sucesso  no mercado.

Vivemos tempos diferentes daqueles de Adan Smith, Taylor e Fayol.  Fosse nosso contemporâneo, quem sabe o  próprio Henry Ford revisaria as suas teriorias de parcelamento do trabalho e das linhas de produção.

De maneira civilizada e, na maioria das vezes (velada), os conflitos entre as áreas operacionais e as de administração estão hoje em cheque. O BNDES ao levar os técnicos, tecnocratas e pessoal de inovação para as negociações dos projetos a serem financiados está  trazendo  um novo modelo de gestão para os seus negócios. Ampliou os executivos de decisão de 35 pessoas para mais de 350 delas.

 

Na entrevista ao Jornal da Manhã (Radio Jovem Pan  do dia 12/07/2017) o Presidente  abriu  um  precedente de ir de encontro aos jornalistas ao invés de esperar que estes viessem até  o Banco para estabelecer perguntas e questionamentos.

Explicar esse estreitamento entre aqueles que analisam tecnicamente os projetos e os seus tomadores (postulantes/pretendentes) , permitiu eliminar uma instância burocrática e que, na maioria de vezes, não "dialoga" com a população e com os cidadãos mortais.

Sabemos que as prefeituras dos mais de 6 mil municípios do Brasil possuem staffs  ou assessores opinando, articulando e oferecendo pareceres sobre questões que afetam os cidadãos.  Ora:  que tal elimina-los e colocar em seu lugar os técnicose  especialistas para discutir e decidir sobre os projetos do interesse da cidade e das organizações sejam elas públicas, privados ou mistas.

Novos modelos e composições organizacionais  hão de se formar diante da nova legislação trabalhista e de demandas mais exigentes apresentadas pela população.

Aproveitando as metáforas e ilustrações que surgem para explicar os tempos difíceis: se não tem cão caça com gato... se não tem filet coloca um osso na sopa... se não tem batatas cozinha mandioca; e a lista seria infindável.

O poder público tem que sair dos gabinetes e ir de encontro à  população. Há que se eliminar o ritual burocrático de ter uma instância de poder entre cidadãos e os executivos de cada cidade e de cada organização.

Num contato pessoal havido há 15 anos com o prefeito de San Antonio no Texas - US,  o Prefeito dizia que, nada neste mundo o afastaria de conversar diariamente com a população, lembrando que o Texas é um Estado livre e que se agregou a Federação Americana sem perder o poder de ser independente (Lonely Star- estrela solitária)  ou se Vinicius de Morais pudesse resumir: "eterno, enquanto dure" o Texas é americano enquanto queiram os seus cidadãos.

As 10 mil demissões do Bradesco anunciadas na imprensa na última sexta feira (13/07/2017)  apenas confirmam que nos tempos (muito difíceis) há que se tirar leite das pedras.

Paulo Westmann

 

Por Paulo Westmann **

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Ondulação vertical: surfando nessa onda

Por que um País tão fechado?

Déficits de eficiência

Força do querer

Brinde ao empresariado

Produtores de etanol dizem que alta de impostos reduz competitividade sobre gasolina

Portos movimentam 420 mi de toneladas entre janeiro e maio

Alta maior do PIS/Cofins na gasolina protege setor de etanol, diz JOB Economia

QGEP reduz custos e confirma 1º óleo do campo de Atlanta para início de 2018

Governo quer testar contratos mais curtos em leilões de energia, diz EPE

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística